quarta-feira, 6 de maio de 2015

"AOS MEUS APOIADORES TUDO E AOS MEUS OPOSITORES O RIGOR DA LEI"

Depois de muito tempo de escrever no meu blog e instigado pelos últimos acontecimentos resolvi dar minha opinião sobre o assunto.

Particularmente tenho a sensação que as relações políticas nos últimos anos passaram a ter uma característica mais individualista, tão quão individualista passou a ser nossa sociedade, onde os interesses pessoais ou de pequenos grupos passou a sobrepor as "ideologias partidárias", bem como a sociedade passou a entender que seus interesses pessoais ou dos seus grupos sobrepõe aos coletivos ou da maioria.

Alguém deve estar se perguntando: O que ele esta querendo dizer com isso? Bem, estou dizendo que os políticos, médicos, advogados, empresários, funcionários Públicos ou qualquer outro profissional que utiliza da corrupção como prática para obter vantagens não são ET’s. Esses profissionais são frutos dessa sociedade em que você vive.

Sendo assim, as “instituições representativas” que vai das Associações de Moradores até a Presidência da República perpassando pelos partidos políticos e outras instituições, acabam sendo retrato dos valores empregados e impregnados em nossa sociedade. Alguém pode perguntar ou questionar dizendo: Mas existem as exceções. Claro que exceções existem eis o problema o que deveria ser regra passou a ser a exceção.

Por hora vou finalizando com uma reflexão aos “indignados” e aos “indignados” com os “indignados”. Se você se vale da frase "aos meus amigos (apoiadores) tudo e aos meus inimigos (opositores) o rigor da lei", você se acha tão diferente assim desses que você aponta para atacar ou defender?

Nenhum comentário:

Postar um comentário